A entrevista de Aécio Neves apenas confirma que a cidadania deve elegê-lo

Aécio Neves okAécio Neves esteve ontem (10/08/14) no “Canal Livre”, programa da Rede Bandeirantes de televisão. Dentre inúmeras questões, o presidenciável respondeu perguntas sobre a inflação. É óbvio que nenhum candidato pode fazer promessas a ponto de garantir como estará a inflação em 2015. É também claro que o represamento de preços e tarifas praticado pelo governo Dilma nos trará reflexos inflacionários.

O candidato não foi irresponsável, como é a equipe econômica do governo Dilma, a ponto de prometer algo que seja impraticável. Aécio lembrou, dentre outros fatores, que em meados do segundo mandato de Lula, pilares da política de combate à inflação foram negligenciados: preocupação com a meta de inflação, com o superávit primário e com o câmbio flutuante.

Eu já tive oportunidade de escrever neste blog que, ganhe quem ganhar, a economia enfrentará mares bravios em 2015. Contudo, é preciso saber que o resgate da saúde econômica depende de capacidade técnica. O governo atual também negligenciou nesse aspecto. Os nomes à frente da equipe econômica estão longe de apresentar pessoas preparadas para reconduzir a economia aos rumos que o país merece.

Aécio Neves disse algo que é fundamental a todos os agentes que atuam na economia. Aécio afirmou que, acima de tudo, seu governo será pautado pela “previsibilidade”. Para quem não consegue vislumbrar até onde chega esse aspecto, é importante notar que a crise de confiança do governo atual implica clara insegurança econômica e jurídica. Um governo como o atual, cujas políticas econômicas se dão por meio do improviso, sem planejamento de médio e longo prazo, gera insegurança. Uma das razões – também já escrevi aqui – é o fato de o governo Dilma governar por meio dos índices de popularidade e não de resultados importantes ao interesse nacional.

Falar em previsibilidade é uma das formas mais efetivas de garantir confiança. Quem, em sã consciência, faria investimentos sob um governo pouco transparente? O mínimo que se exige no regime democrático é transparência. Políticas claras em razão das quais todos os setores possam fazer planos, projetos de prazo razoável. De fato, sob a política econômica de Dilma, nenhum empresário se sente seguro para investir em sua atividade.

Essas mesmas razões levam as consultorias econômicas de instituições financeiras privadas a afirmar que a reeleição de Dilma tem um tremendo peso negativo à atividade produtiva. Essa questão dificulta o crescimento nacional, pois os agentes econômicos não têm a menor segurança acerca do futuro. Não se trata de garantir momentos futuros de pujança, mas sim de estabelecer regras claras, capazes de transmitir confiança aos agentes econômicos para continuarem com suas atividades.

Quem ouve com atenção as entrevistas de Aécio Neves tem absoluta certeza de que é a melhor opção para retomar a transparência e a segurança em todos os campos da política nacional. Aécio, ao contrário de outros candidatos, não faz promessas vãs e eleitoreiras. Avalia os fatos e responde questionamentos com base naquilo que a realidade nacional apresenta. Um dos pontos mais relevantes a ser destacado está nesse compromisso de Aécio com a verdade dos fatos.

Além disso, dentre muitos dos temas abordados, creio que seja importante tocar no tema “Forças Armadas”. Já escrevi que o “fantasma da ditadura” tem feito muito mal a essa instituição. A ditadura militar é ressuscitada quando os governos pensam em investir nas Forças Armadas. Eis uma das razões pelas quais vivemos o sucateamento dessa importante instituição. Nenhum país vive sem as Forças Armadas. Essa instituição representa a garantia da soberania nacional, sobretudo quando somos um país bastante rico em recursos naturais. As Forças Armadas, portanto, exercem um importante papel à defesa de nossa soberania e merecem atenção e investimento. Aécio, segundo a resposta que apresentou, tem bastante clareza acerca dessa matéria. Felizmente, o país pode escolher um candidato que reconhece a importância das Forças Armadas.

Por fim, os recentes episódios noticiados na mídia em relação à alteração de perfis de jornalistas que partiram da rede de internet da Presidência da República, foram abertamente tratados. Aécio lembrou que o respeito absoluto à liberdade de imprensa é um dos pilares da democracia. É muito bom ouvir de um candidato a preocupação que destina ao regime democrático, principalmente quando notamos, dia após dia, o viés autoritário do governo Dilma, o qual se mostra, perigosamente, em prol do “controle social da mídia” e que, lembremos, pressiona instituições financeiras privadas para que demitam profissionais que redigem análises econômicas negativas em face da continuidade do governo atual.

Não bastassem todos os argumentos que já expressei a respeito de minha opção por Aécio Neves, a entrevista em questão apenas reitera minha certeza. Creio que todos os cidadãos devam assistir ao programa em questão (http://videos.band.uol.com.br/programa.asp?pr=canal-livre&e=noticias) . A transparência dos argumentos de Aécio e a coerência daquilo que apresenta podem servir à segurança que todos temos que buscar na escolha do próximo presidente.

Luiz Fernando de Camargo Prudente do Amaral, Advogado, Professor da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo e da Faculdade de Direito da Universidade Paulista, Doutorando e Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Especialista em Direito Público pela Escola Paulista da Magistratura, Especialista em Direito Penal Econômico e Europeu pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra-Portugal, Presidente da Comissão de Direito Econômico da 93ª Subseção da OAB/SP – Pinheiros, associado ao Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCRIM e à Associação Nacional de Direitos Humanos, Pesquisa e Pós-Graduação – ANDHEP, autor de livros e artigos jurídicos, mantenedor do site http://www.cidadaniadireitoejustica.wordpress.com.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: