PT: dois pesos, duas medidas! Vamos com a mudança! Vamos com Aécio Neves!

Aécio TancredoAs capas das revistas Veja e Isto É desta semana são unânimes em afirmar não apenas que a cúpula do PT – leia-se: Dilma e Lula – sabiam dos escândalos da Petrobrás, segundo depoimento do “doleiro oficial do Planalto”, mas também demonstram aquilo que todos nós já notamos. O PT usa todos os artifícios inescrupulosos, incluindo-se a difamação, a calúnia e o uso da máquina pública para ganhar as eleições. Trata-se de um partido que não reconhece sequer os limites da legalidade.

Ambas as revistas estarão nas bancas nos próximos dias. Dilma e a campanha do PT tentaram CENSURAR as publicações, acusando-as de “terrorismo eleitoral”. Esse comportamento revela a máxima petista de “dois pesos, duas medidas”. Quando a Folha de São Paulo afirmou que Sérgio Guerra, político falecido e ex-presidente do PSDB, teria recebido valores do esquema chamado “Petrolão”, Dilma não apenas aceitou a notícia, mas também a veiculou em sua propaganda eleitoral. Agora, por tratar-se de notícia contrária a Lula e Dilma, a campanha petista foi ao TSE pedir a censura. Felizmente, o TSE negou o pedido.

Esse expediente é velho no manual de prática política do PT. Lembremos, ainda, o adiamento na divulgação de dados oficiais que demonstrariam clara piora nos números da economia. A manipulação é evidente! A utilização da máquina pública idem! O PT, como disseram Lula e Dilma, “faz o diabo” para vencer as eleições.

Circula na internet um vídeo em que uma militante petista é presa, no Rio de Janeiro, na porta da estação de metrô Gen. Osório. A petista distribuía ao público jornais falsos afirmando mentiras sobre Aécio Neves e tendo por manchete que “Aécio é contra o Rio”.

Todos esses fatos evidenciam o “flerte” do PT com a ilegalidade. Mostram, ainda, que os petistas sabem que estão atrás e, por conta disso, não se preocupam com as consequências legais de seus atos. Prosseguem a afirmar que Aécio ofendeu gravemente Dilma ao chamá-la de leviana durante um debate. Tentam desvirtuar o sentido da palavra. Querem mudar o significado da língua portuguesa. Quem preza o português, porém, sabe que leviana designa pessoa de atitude imprudente e precipitada. Dilma é muito pior do que leviana.

O pior de tudo é que Lula continua “descontrolado”. Dispara ofensas seríssimas em face de Aécio e do PSDB, chegando a compará-los aos nazistas. Tal atitude é lamentável, sobretudo por “brincar” com período tenebroso da História, no qual milhares de judeus foram exterminados. Mas para o PT o jogo da política há de ser um jogo sujo. Essa é a razão para não tolerarem aqueles que pensam de maneira contrária, chamando-os de fascistas. Ora, fascista é exatamente quem prega a intolerância e, a depender das últimas declarações de Lula, os intolerantes nessa história estão apoiando sua candidata.

O desespero da campanha petista decorre da constatação de que o partido perderá no próximo dia 26 de outubro. A partir dessa derrota, o governo Aécio Neves poderá “colocar a casa em ordem”. A Nação brasileira saberá o montante de dinheiro público que foi destinado a países que vivem sob ditaduras como Cuba, Venezuela e Bolívia. A “caixa preta” dos governos petistas será aberta e devidamente apurada pelas autoridades competentes. Conseguiremos levar para a cadeia os grandes mentores dos escândalos que marcam o governo Dilma.

Por todas essas razões, a mudança representada por Aécio Neves supera o embate partidário. O que está em jogo é a manutenção da democracia brasileira e a recuperação de diversos setores, sendo a economia apenas um deles. Aécio recebeu amplo apoio de partidos políticos, personalidade públicas e da sociedade civil como um todo.

Nesta última semana, assim como em junho de 2013, milhares de brasileiros foram às ruas apoiar a candidatura de Aécio Neves. Manifestações pacíficas que evidenciam a enorme participação política dos cidadãos pela mudança do governo federal. Foram atos de civismo e amor ao Brasil. A massa entoava constantemente o hino nacional e era possível ver, no olhar de cada um dos presentes, a esperança por um Brasil melhor.

Todos esses elementos conduzirão Aécio Neves à Presidência da República no próximo domingo. Uma vez mais, o povo demonstrará nas urnas o equívoco praticado – culposamente ou não – por institutos de pesquisa como Datafolha e Ibope. Aécio será capaz de devolver o país aos brasileiros, deixando de manter nossa pátria atrelada à ideologia professada pelo famigerado Foro de São Paulo, o qual reúne países flagrantemente avessos à democracia. Teremos oportunidade de rever a política externa, a fim de não nos alinharmos ideologicamente com países ditatoriais e, claro, condenar o terrorismo de grupos como o “Estado Islâmico”.

O Brasil é muito maior do que o projeto de poder do PT. Os recursos brasileiros pertencem ao povo e devem ser investidos no desenvolvimento nacional. As milhares de pessoas que foram às ruas durante esta semana atestam que o brasileiro não suporta mais a permanência de um governo que deixa de lado o interesse nacional para prosseguir com os interesses de um único partido.

Queremos dignidade e liberdade! Esses dois valores são clara decorrência do regime democrático. Assim, cabe-nos apoiar Aécio Neves e votar 45 no próximo domingo. A enorme oportunidade de mudança já começou e está prestes a ser consolidada. Não podemos deixar de concluir esse grande sonho democrático. Vamos conquistar, até domingo, o maior número de votos para Aécio Neves! Muda Brasil! Aécio Neves Presidente!

Luiz Fernando de Camargo Prudente do Amaral, Advogado, Professor da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo e da Faculdade de Direito da Universidade Paulista, Doutorando e Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Especialista em Direito Público pela Escola Paulista da Magistratura, Especialista em Direito Penal Econômico e Europeu pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra-Portugal, Presidente da Comissão de Direito Econômico da 93ª Subseção da OAB/SP – Pinheiros, associado ao Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCRIM e à Associação Nacional de Direitos Humanos, Pesquisa e Pós-Graduação – ANDHEP, autor de livros e artigos jurídicos, mantenedor do site http://www.cidadaniadireitoejustica.wordpress.com.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: