As confissões do presidente do Senado Federal

LindberghNesta 6ª feira (26.08.2016) a sociedade brasileira teve uma nova surpresa. O presidente do Senado Federal afirmou, no microfone, que atuou em prol da sen. Gleisi e de seu marido, o ex-ministro de Dilma, Paulo Bernardo, junto ao STF, a fim de que não fossem indiciados. As notícias divulgam, inclusive, que Renan Calheiros teria afirmado que, sem sua atuação, Gleisi teria sido presa.

A ira do senador alagoano teve origem na manifestação da senadora Gleisi na sessão de ontem. Na abertura do julgamento do impeachment, a referida parlamentar afirmou que o Senado não contava com moral para julgar a presidente da República. Essa manifestação, assim como a de Renan na tarde de hoje, provocou a suspensão dos trabalhos.

Durante a manifestação de Renan Calheiros, Lindbergh Farias, conhecido como “lindinho”, afirmou que o presidente do Senado agia de maneira baixa. Não se preocupou com o fato noticiado, mas sim com a publicidade que era dada ao fato. Essa situação demonstra que o Brasil está fora de ordem. Se seguirmos a lógica do senador paraibano-carioca, concluiremos que influenciar o STF é permitido, mas que noticiar a indevida influência é proibido.

A declaração de Renan Calheiros é bastante séria e merece apuração. A índole de Lindbergh Farias apenas atesta aquilo que o sen. Cássio Cunha Lima falou sobre ele. Afinal, de cara pintada, passou a cara lavada. É bastante estranha a conduta do senador carioca que vive a espernear e que, em diálogos com o ex-presidente Lula, afirmou que era e sempre seria um soldado da “causa petista”.

A situação brasileira é bastante delicada. O caso narrado é teratológico e apresenta algumas razões para estarmos onde estamos. Esse “tráfico de influência” não é nada republicano. Se Renan não conseguiu se conter, fico a imaginar o que mais deve saber a respeito de seus pares.

Na tarde de ontem, após o início da sessão de julgamento do impeachment, a população acompanhou estarrecida a manifestação de muitos senadores. Um dos embates mais veementes foi o que se deu entre Ronaldo Caiado e Lindbergh Farias. Segundo o senador goiano, Lindbergh seria um exemplo de atentado à ética, mas, além disso, de um viciado em tóxicos. Lindbergh não deixou por menos e atacou o senador goiano, afirmando que ele é um canalha. Lindbergh sempre demonstra esse comportamento pueril, avesso ao decoro. Talvez por isso lhe seja atribuído o adjetivo de integrante da “bancada da chupeta”. Afinal, é bem possível que Caiado possa apresentar uma espécie de “exceção da verdade” acerca daquilo que afirmou. Não duvido!

Se os brasileiros imaginavam que a discussão no Senado Federal teria nível maior do que a votação na Câmara Federal, as esperanças foram por água abaixo. Felizmente, Dilma não voltará. O impeachment há de se confirmar. Agora, não basta afastar a presidente. É preciso que toda a sociedade fique atenta a respeito do nível de nossos parlamentares.

Do jeito que a coisa vai, mais um pouco teremos uma sessão de MMA no Senado Federal. Isso apenas comprova que a política é reflexo da sociedade. O Brasil sofre com muitos torcedores e poucos cidadãos. Na mesma linha, temos poucos políticos. No mais das vezes, a política se mostra tomada por pelegos e bajuladores. Precisamos rever tudo isso, pois disso depende o futuro da Nação.

Luiz Fernando de Camargo Prudente do Amaral, Advogado, Professor da Faculdade de Direito da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), da Faculdade de Direito da Universidade Paulista e de programas de pós-graduação em instituições de ensino superior, Doutor e Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Especialista em Direito Público pela Escola Paulista da Magistratura, Especialista em Direito Penal Econômico e Europeu pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra-Portugal, Presidente da Comissão de Direito Econômico da 93ª Subseção da OAB/SP – Pinheiros, mantenedor do site http://www.cidadaniadireitoejustica.wordpress.com.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: